4

Vinho, seu Coração e Câncer

taca-de-vinho

“O álcool em qualquer forma é uma droga perigosa.” (Hazelden Foundation).

Médicos defendem o uso de vinho, dizendo ser bom para a saúde. É mesmo? Quando pesquisadores na Kaiser Permanente em Oakland, Califórnia, estudaram os hábitos de beber de 70 mil mulheres de múltiplas etnias, entre 1978 e 1985, eles encontraram que no ano 2004, cerca de 3 mil destas mulheres haviam contraído câncer do seio. Quando eles compararam o papel da ingestão total do álcool entre aquelas mulheres com câncer do seio, eles verificaram que um link entre beber e câncer do seio continha verdade independente se as mulheres ingeriram cerveja, vinho ou destilados. Mesmo quando o vinho era dividido em tinto e branco, não houve diferença.

Pesquisadores agruparam bebedores em três categorias: bebedores leves (menos do que um drinque por dia), bebedores moderados (um ou dois drinques por dia) e bebedores pesados (três ou mais drinques por dia). Comparados com os bebedores leves, a incidência de câncer do seio pulou para 10% para os bebedores moderados e para 30% para os bebedores pesados. Muitos bebedores têm o equívoco de que quando se trata de ingerir bebidas alcoólicas, o vinho (especialmente o vinho tinto) é bom para você, cerveja não é tão ruim quanto os “destilados pesados” e a cerveja light dificilmente conta como uma bebida alcoólica.

Parte dessa confusão vem de estudos que concluem que o beber leve ou moderado pode proteger contra doenças cardíacas. Porém, de acordo com o Dr. Yan Li, um oncologista (especialista em câncer) envolvido no estudo Kaiser: “Nenhum destes mecanismos são conhecidos como tendo qualquer coisa que ver com [proteção do] câncer do seio.” Vinho, cerveja e destilados todos contêm álcool etílico e a quantidade de álcool numa porção padrão de 150ml de vinho, 355ml de cerveja regular ou um vinho “cooler”, e 45ml de 80 destilados testados, é a mesma. O álcool etílico – a substância que intoxica – é a substância que aumenta o risco de câncer do seio nos bebedores moderados e pesados. “Não importa como você o absorve, álcool é álcool, e exige a mesma quantidade de tempo para processá-lo, independente da fonte.”, explica Chris Lind, RN, diretor dos Serviços de Saúde Nacional da Fundação Hazelden, nos Estados Unidos.

Uma vez que o álcool é consumido, ele é absorvido no sistema sanguíneo da pessoa e pode ser medido para se verificar sua concentração no sangue. A taxa de absorção varia de acordo com a altura, o peso da pessoa e o alimento ingerido antes de beber. Geralmente, quanto mais rápido alguém bebe, mais enebriado ficará, não importando que tipo de álcool foi consumido. Lind, acrescenta: “Se você bebe bastante de qualquer coisa [com álcool] – mesmo uma cerveja light – você pode ficar bêbado.”

“Os supostos benefícios do consumo de álcool no reduzir doença cardíaca não são razões suficientes para as pessoas com alcoolismo, ou pessoas com risco aumentado para o alcoolismo.”, diz Lind. Álcool, seja vinho, destilados, cerveja forte ou light, disparará a recaída para quem é alcoólico. Para alguém com alcoolismo, que é uma doença clínica, um cálice de vinho por dia ou um copo de cerveja light é um primeiro passo na direção errada. Tem gente que fica viciada em cerveja light (3.2 beer).

Nestes dias de muita propaganda e glamour especialmente das companhias de cerveja, enquanto os “coolers” de vinho são feitos para terem sabor semelhante aos refrigerantes, e a cerveja “light” é promovida como segura, de baixa caloria e refrescante, é mais importante que nunca para os consumidores tomarem consciência da verdade. Beber vinho ao invés de cerveja ou destilados não reduz os riscos de ficar alcoolizado ou de não ter outras consequências sobre a saúde. Pesquisadores indicam que o álcool pode contribuir para o risco de vários cânceres, incluindo o câncer do sistema respiratório, digestório alto, fígado, cólon e reto. E foi constatado haver uma relação dose-dependente entre bebedores pesados e o maior risco de câncer.

Artigo da Hazelden Foundation, especializada em pesquisa, educação profissional e tratamento do alcoolismo e dependência de outras drogas. http://www.hazelden.org/web/public/ade071112.page consulta em 24 Maio 2011.

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Autor: Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza, médico psiquiatra e psicoterapeuta, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria, membro da American Psychosomatic Society, consultor psiquiatra da revista Vida & Saúde onde mantém coluna mensal, professor de Saúde Mental, visitante, do College of Health Evangelism e "Institute of Medical Ministry" do Wildwood Lifestyle Center and Hospital, Estados Unidos, Diretor Médico do Portal Natural, autor dos livros "Casamento: o que é isso?" e "Consultório Psicológico".

Artigos Relacionados:

Receba grátis nossas novidades!

Compartilhe este artigo!

4 Comentários. Participe você também!

  1. Na dúvida eu sempre busco pelo equilíbrio, no meu modo de ver não preciso de um cálice de vinho todos os dias, com certeza eu preciso de água todos os dias mas não de vinho. Agora é claro, vez em quando, comemorar uma data especial acompanhada de um vinho, uma boa comida e companhia faz parte da vida!!!
    Obrigado por compartilhar.
    Alexandre.

  2. Alan disse:

    Paulo,
    Fico contente que tenha lido o artigo e compartilhado sua opinião. Sou médico e a minha interpretação das pesquisas disponíveis é semelhante a descrita no artigo. Existem outras inumeráveis pesquisas que relatam não só o efeito nocivo do álcool em relação a diversos cânceres mas também ao sistema digestivo, função cerebral, sistema hematológico, psicológico, sexual, sociológico, acidentes, violência, etc. Você tem razão que existe uma dose efeito, assim como no fumar, usar drogas. A questão é se devemos recomendar como profissionais da saúde o uso ainda que leve/mjoderado ou não: na minha opinião o uso ainda que mínimo de algo nocivo não deve ser recomendado. Em quanto ao uso do seu dinheiro, acho mais do que justo que você o use como queira mas não acho que deva tentar justificar o seu uso de álcool baseado na sua saúde, pois sua boa saúde se deve, imagino, a outros bom hábitos que me imagino você tenha (e dê graças a Deus por isso)!
    Um abraço e vê se sai dessa cidade (Minas tá muito melhor!)

  3. Paulo disse:

    Mais uma mentira da igreja Adventista, existem muito mais pesquisas séria que afirmam que BEBER VINHO OU OUTRA BEBIDA ALCOÓLICA COM MODERAÇÃO PROLONGA A VIDA, vejam os países que cultivam UVAS e fazem VINHO, costumam passar dos NOVENTA E CEM ANOS DE VIDA, eu sou a PROVA, tenho 52 anos e bebo desde os 16 anos, abusei um pouco até os 23 anos e depois passei a MODERAÇÃO, tenho ÓTIMA SAÚDE E DESCOBRI QUE A ÚNICA DOR QUE ME ACOMETE NA PERNA DIREITA TEM A VER COM A POLUIÇÃO DESSA CIDADE DE SÃO PAULO onde vivo e moro ao lado DE UMA RODOVIA, O AR É PÉSSIMO, quando viajo para Minas Gerais minhas dores somem, tomo uma lata de cerveja por dia só.
    Por que a igreja PROÍBE TANTA COISA AOS IRMÃOS, DIZENDO QUE TUDO É PECADO, seria que o IRMÃO ECONOMIZANDO TRARIA MAIS DINHEIRO PARA OS PASTORES E A ORGANIZAÇÃO QUE NASCEU NOS EUA, aliás americano não dá ponto sem nó, TUDO QUE DÁ MONEY É VERY GOOD, THE BEST.
    Como disse o CAIPIRA EM NEW YORK, ao olhar uma loja, o vendedor pergunta, YOU DLIKE, ele responde, LAIKÁ NÓIS LAIKA MAIS MONEY QUE É GOOD NÓIS NUM REVE.

    • Maria Santos disse:

      Prezado Paulo,
      Uma pena que você esta destruindo seu corpo a 52 anos. Se voce pretende viver até uns 80 , e não quer ter uma cirrose hepática, acho bom parar imediatamente. Como você nao sente os prejuizos imediatos , nao quer dizer que não esteja fazendo mal ao seu corpo.
      Últimos estudos comprovam que uma pequena dose diaria de alcool, aumenta o risco de cancer em mulheres. E se voce pesquisasse encontraria inúmeros estudos.
      Além disso , muitos estudos que afirmam beneficios do alcool são bancados por empresas que faturam milhões com os etilistas.
      Familias inteiras são destruídas, desastres ceifam a vida de muitos inocentes… Muheres sao espancadas todos os dias, criancas morrem de tanto apanhar de seus pais alcoolatras.. Se acaso fosse com a sua família voce veria de forma diferente… Pense na pessoa que voce mais ama e um bebado dirigido… E…
      Pelo seu discurso , revela que voce parece estar sobre o efeito do álccool, uma caraceristica de quem esta sobre o efeito do alccol; não tem noção do que fala, agride as pessoas sem conhecê-las e pensa estar destilando sabedoria , quando apenas esta revelando a sua ingnorância no assunto e seus prejuízos. Juizo ! Enquanto é tempo e a dose que você esta precisando!
      Brasil é o 5º em mortes por álcool entre países da América, diz pesquisa
      “O álcool é a causa de aproximadamente 80 mil mortes por ano no continente americano e o Brasil é o quinto país com maior número de óbitos ligados ao consumo de bebidas, aponta estudo da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).”G1
      Mas Deus deu o livre arbítrio! Faça as suas escolhas e conviva com as futuras consequências, isso se voce quer tomar veneno com moderacao…

Deixe Seu Comentário

Digite o código acima*


HOME | QUEM SOMOS | CONTATO



parceiroIASDO Portal Natural é um ministério de apoio à Igreja Adventista do Sétimo Dia
Parceria:


Copyright © 2002-2015 PortalNatural. Todos os direitos reservados.

Importante: As informações contidas neste site são destinadas unicamente para fins de informações e conhecimento geral, não devendo, em hipótese alguma, ser utilizadas como diagnóstico médico ou adoção de medicamentos. Qualquer dúvida, sintoma ou preocupação quanto à sua saúde, procure orientação médica ou profissional em sua respectiva área. | Os comentários postados nos artigos não constituem necessariamente a opinião dos criadores deste site, mas sim da própria pessoa que o postou. Não são permitidos comentários com citações de nomes, telefones, emails, sites, ou qualquer outro conteúdo que venha a expor ou difamar a imagem ou o sigilo de uma outra pessoa.