4

Uma experiência com Deus na vida de um alcoólico agnóstico

maos-luz-deus

Estou terminando de ler o livro “Despertar Espiritual” publicado em 2011 pela Junta de Serviços Gerais de Alcoólicos Anônimos do Brasil. Trata-se de um conjunto de histórias reais de membros de Alcoólicos Anônimos (AA) que percorreram “da escuridão do alcoolismo para a plenitude da luz.” Há relatos de ex-freira, padre, pastor, índio, professor universitário, judeu, ateu, agnóstico, sobre a experiência deles com o despertar espiritual adquirido em AA. Várias dessas histórias me tocaram e em especial há uma que gostaria de compartilhar aqui, e que está nas páginas 185 até 187 desse livro.

Um membro de AA sofreu acidente grave após 15 anos e meio de sobriedade, tendo queimaduras em mais de 47% do corpo. Ao ser levado ao hospital, foi dito à esposa dele que ele teria apenas 10% de chance de sobrevivência. Ele não soube disso. Sentia uma dor muito intensa toda vez que respirava. Parece que só existia a dor. Nada adiantava para ela passar, nem ouvir rádio, ler um jornal, etc.

Até ali ele era um dos agnósticos (não cria em Deus mas admitia que Ele poderia existir) dos grupos de AA naquela cidade. Ao chegar uma pessoa no grupo em que ele estava presente com dúvidas se poderia participar do programa de AA mesmo não crendo em Deus, esse agnóstico era citado como exemplo.

Lutava na cama do hospital para sobreviver e em sua mente vinham conceitos que havia aprendido em AA, que repetia para si mesmo, como: “Seja feita a Tua vontade.”, “Isso também passará.”, etc. Algumas vezes parecia que o cérebro dele queria desligar de vez, havia momentos de vazio, de “branco”.

No quinto dia de internação, uma enfermeira que sabia que ele era de AA, trouxe a seu quarto um rapaz com um braço gravemente queimado. Mas aquele homem com dor intensa no corpo todo nem conseguia prestar a atenção na fisionomia e no nome do rapaz. Eles ficaram sozinhos e o jovem começou a contar a história dele, falando que tinha grave problema de alcoolismo, havia tentado AA sem adiantar. Logo o homem pensou: “Por que não me deixam em paz? Por que me trazem o Pat (nome do rapaz) para falar de problemas?” Pat descreveu seu problema com o álcool. Disse que já podia admitir ser um alcoólico. Daí o assunto se voltou para a entrega do problema a um Poder Superior. Ambos discutiram por algum tempo sobre a necessidade de um Poder Superior para ajudar.

O homem não tinha ideia de quanto tempo conversaram, mas percebeu que em algum momento a dor sumira! Enquanto Pat estava ao lado de sua cama a dor havia sumido e depois voltou intensa de novo quando ele foi embora. E pensou: “Ficou claro que o que eu devia fazer para parar de doer era participar na vida dos outros.” Daí em diante, ele abria o coração com sua esposa, e a enfermeira marcava pequenas reuniões com ele e pessoas do hospital que estavam em AA. Disseram que estava pronto para ser convertido na crença em Deus. As explicações de membros de AA sobre Deus atuar na vida delas, para ele eram experiência pessoais deles. Mas ali no leito hospitalar ele teve aquela experiência espiritual inegável. E disse: “Mesmo se quisesse, eu não poderia ignorar a mensagem. Havia um Deus em minha vida, pacientemente esperando para me mostrar a sua graça, a sua misericórdia, a sua beleza inúmeras vezes. …É como se ele dissesse: ‘Devolverei a sua vida e sua sanidade por meio de outro alcoólico.'”

Um ano após o acidente que o queimou, numa reunião de AA, um jovem animado se aproximou dele e disse: “Se lembra de mim?” Ele não se lembrava, mas sentia ser um rosto familiar. O rapaz se apresentou como Pat dizendo que comemorava um ano de sobriedade. Falou do acidente em que queimou um braço, e que quando a enfermeira fazia o curativo, ele comentava com ela sobre os problemas com a bebida. Daí ela apresentou Pat ao homem queimado. Só que enquanto a enfermeira conduzia Pat ao quarto, ela pediu para não demorar muito porque aquele homem estava morrendo por causa das queimaduras graves.

Na próxima reunião de AA, esse homem disse: “…conversei com Pat e acho que ele não acreditou na minha convicção que ele era o instrumento pelo qual Deus começou a salvar a minha vida. Pat ainda acredita que fui eu quem o ajudou a aceitar os Doze Passos!”

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Autor: Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza, médico psiquiatra e psicoterapeuta, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria, membro da American Psychosomatic Society, consultor psiquiatra da revista Vida & Saúde onde mantém coluna mensal, professor de Saúde Mental, visitante, do College of Health Evangelism e "Institute of Medical Ministry" do Wildwood Lifestyle Center and Hospital, Estados Unidos, Diretor Médico do Portal Natural, autor dos livros "Casamento: o que é isso?" e "Consultório Psicológico".

Artigos Relacionados:

Receba grátis nossas novidades!

Compartilhe este artigo!

4 Comentários. Participe você também!

  1. Maria da Penha Almeida Ferreira disse:

    Sou coordenadora (voluntariada) do Amor Exigente – é um grupo de apoio a pais e jovens com problemas, que os ajuda a encontrar caminhos para que sua família possa viver completa e feliz ou seja é uma proposta de educação destinada a pais e orientadores, como forma de prevenir e solucionar problemas com seus filhos. Há um Tripé Básico: Oração, disciplina e Espiritualidade, ou seja que acreditem em uma ser maior.

  2. Tessy disse:

    Olá querida,

    Eu gostaria de ser seu amigo, meu nome é Miss Tessy Annan vi seu perfil e tornou-se o interesse de ter uma conversa privada com você.Então vou gostar de você me escrever de volta através do meu e-mail…(tessyannan1989@hotmail.com) para que eu lhe dirá mais sobre mim e mais das minhas fotos para você saber quem eu sou. Não estou sempre on-line devido a algumas razões pessoais, tenho algo muito importante para discutir com você é muito importante, por favor contacte-me directamente para o meu endereço de e-mail.(tessyannan1989@hotmail.com) para mais detalhes sobre mim. Espero ver a sua resposta em breve,
    Atenciosamente.

    Seu novo amigo,

    Tessy.

  3. Thiago disse:

    Comprei seu livro Dr . Espero me surpreender mais com nosso Deus, através desse livro maravilhoso .

Deixe Seu Comentário

Digite o código acima*


HOME | QUEM SOMOS | CONTATO



parceiroIASDO Portal Natural é um ministério de apoio à Igreja Adventista do Sétimo Dia
Parceria:


Copyright © 2002-2015 PortalNatural. Todos os direitos reservados.

Importante: As informações contidas neste site são destinadas unicamente para fins de informações e conhecimento geral, não devendo, em hipótese alguma, ser utilizadas como diagnóstico médico ou adoção de medicamentos. Qualquer dúvida, sintoma ou preocupação quanto à sua saúde, procure orientação médica ou profissional em sua respectiva área. | Os comentários postados nos artigos não constituem necessariamente a opinião dos criadores deste site, mas sim da própria pessoa que o postou. Não são permitidos comentários com citações de nomes, telefones, emails, sites, ou qualquer outro conteúdo que venha a expor ou difamar a imagem ou o sigilo de uma outra pessoa.