2

Que carro você gostaria de dirigir antes de morrer?

Na revista Quatro Rodas, anos atrás, um artigo tinha este título: “Que carro você gostaria de dirigir antes de morrer?” Quando o li pensei que cairia bem para uma matéria filosófica. Há muita filosofia e teologia nesta frase. Quando nos esquecemos que iremos morrer, podemos esquecer de praticar coisas na vida para viver melhor, como a postura de humildade. 

Humildade não é pobreza material. Tem gente pobre materialmente muito orgulhosa e gente cheia de bens materiais humilde. Humildade é você reconhecer que tem limitações e, por isso, se despe de qualquer posição prepotente, como se fosse um deus. Você descobre que não é um deus.

Humildade é você reconhecer que é igual aos demais seres humanos no sentido de ter um corpo, uma mente e espiritualidade (praticada ou não). É reconhecer que estamos todos no mesmo barco da vida maravilhosa e limitada, que nenhum de nós pode criar, apenas (e isto é importante!) proteger, cuidar, evitar sua perda precoce.

Parece que quanto mais a pessoa vai ficando idosa no tempo cronológico aprendendo sabedoria, mais humilde vai ficando diante desta coisa colossal chamada “existência”. 

Não se esqueça de que vivemos num planeta de dimensões modestas, numa galáxia também não tão “mega” como outras, que nossa estrela central, o Sol, é “apenas” de quinta grandeza. Há quase 7 bilhões de pessoas vivendo neste planetinha maravilhoso , cuja vida social é tão injusta e cujos habitantes guerreiam por besteira por terem uma mente contaminada com materialismo como se a vida fosse mantida por mais tempo em função do quanto você possui no banco!

Humildade tem que ver com o reconhecimento de que sabemos em parte, podemos em parte, vivemos um tempo parcial, e há a necessidade de dormir em média 8 horas por dia para recuperarmos as funções do corpo, pois não somos uma máquina de uma fábrica que funciona 24h por dia 7 dias por semana. A qual também quebra.

Ser humilde não é ser bobo. Você pode ser humilde e saber colocar limites para abusos que pessoas descontroladas querem praticar. Uma pessoa precisa de sabedoria para ser verdadeiramente humilde. Orgulhosa é a pessoa que não sabe que não sabe, pois ela pensa que sabe. Ela não tem sabedoria, pois a primeira coisa que a pessoa com sabedoria diz é que ela sabe pouco diante da vastidão do conhecimento.
Você quer viver melhor, com melhor qualidade de vida? Então procure ser humilde. Desça do andor. Abaixe o facho. Dispa-se da prepotência arrogante. Controle sua língua ferina e mortal. Pare com o pedantismo vazio e inútil. Assuma sua fraqueza em alguma área da vida. Não se embriague com o poder que está em suas mãos, pois ele está emprestado. Fale bem menos e pense mais. Reconheça sua fraqueza e impotência em tantas coisas. Admita sua doença moral. E decida melhorar, rumo à humildade. Nela há vida verdadeira.
Humildade não diminui a pessoa, pelo contrário, a coloca no mesmo patamar de todas as outras. A diferença de raça, cultura, formação acadêmica, classe social e econômica não faz uma pessoa melhor que a outra enquanto ser humano. Não somos nada. Somos muito fraquinhos, pois basta um tombo e morremos. Basta uma placa pequena de gordura num artéria vital e enfartamos. Basta um possesso infeliz e drogado nos assaltar e atirar sem razão e mesmo sem reação, e morremos em segundos.

Qual carro você quer dirigir antes de morrer? Na verdade, a primeira parte desta frase é um vazio só, pois é cheia de desejo carnal vaidoso que nunca preenche a alma: “qual carro você quer dirigir?”. A parte final, entretanto, vem cheia de realismo que deve nos levar a refletir: “antes de morrer?” Não é sem razão que o sábio Rei Salomão disse: “Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque ali se vê o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.” Eclesiastes 7:2.

Não podemos evitar morrer. Podemos retardar até certo ponto a morte. Como? Usando alimento saudável na quantidade, qualidade e horários certos de ingesta dos mesmos; eliminando qualquer ingestão de bebidas alcoólicas, pois beber com moderação é intoxicar-se com moderação; dormindo mais cedo e acordando mais cedo; convivendo muito tempo em meio à Natureza; praticando exercícios físicos diários; eliminando ou evitando o tabagismo; mantendo sua mente ativa em coisas úteis; ajudando outras pessoas voluntariamente, não vivendo esta vida como um fim em si mesma.

Humildade facilita a vida e até a prolonga. Seja humilde.

PortalNatural.com.br

Autor: PortalNatural.com.br

Portal de saúde e bem-estar com artigos, videos, receitas, nutrição, saúde mental, etc, para sua vida ser mais saudável, simples e feliz.

Artigos Relacionados:

Receba grátis nossas novidades!

Compartilhe este artigo!

2 Comentários. Participe você também!

  1. jose carlos de oliveira disse:

    Tudo isto e verdadeiro, e maravilhoso!

  2. Marlene Castro disse:

    Nossa!!! Excelente, principalmente a parte que ele fala da Morte (Eclesiaste 7:2)No passado não gostava de ir á velórios, mas aprendi com a dor de entes queridos, que as pessoas que estavam ali comigo naquela hora triste, eram meus amigos que choravam comigo…. Hoje sempre vou á velórios de amigos e irmãos de igreja, dar meu apoio e chorar com eles…. (MArlene castro)

Deixe Seu Comentário

Digite o código acima*


HOME | QUEM SOMOS | CONTATO



parceiroIASDO Portal Natural é um ministério de apoio à Igreja Adventista do Sétimo Dia
Parceria:


Copyright © 2002-2015 PortalNatural. Todos os direitos reservados.

Importante: As informações contidas neste site são destinadas unicamente para fins de informações e conhecimento geral, não devendo, em hipótese alguma, ser utilizadas como diagnóstico médico ou adoção de medicamentos. Qualquer dúvida, sintoma ou preocupação quanto à sua saúde, procure orientação médica ou profissional em sua respectiva área. | Os comentários postados nos artigos não constituem necessariamente a opinião dos criadores deste site, mas sim da própria pessoa que o postou. Não são permitidos comentários com citações de nomes, telefones, emails, sites, ou qualquer outro conteúdo que venha a expor ou difamar a imagem ou o sigilo de uma outra pessoa.