0

E Daí?

melhores-escolhas

A cultura pode impor atitudes, pensamentos, escolhas, modelos de comportamento, roupa, calçado, comida, músicas, ritmos, etc. que podem ser bastante não-homeostáticos. Que isso? Olha a definição de homeostasia da Wikipédia: “é a propriedade de um sistema aberto, seres vivos especialmente, de regular o seu ambiente interno para manter uma condição estável, mediante múltiplos ajustes de equilíbrio dinâmico controlados por mecanismos de regulação interrelacionados”. http://pt.wikipedia.org/wiki/Homeostase

Em outras palavras, homeostasia é o processo de nosso organismo (corpo e mente) procurar restaurar alguma função que tenha sido alterada por alguma conduta não saudável ou traumática, visando restaurar o equilíbrio perdido ou tentar conduzir a um equilíbrio talvez nunca conseguido plenamente.

Há muitas coisas em nossa cultura que são contrárias à homeostasia. Então, temos a escolha de praticá-las ou não. Mas por que muitos têm medo de ir contra a corrente insalubre do mundo, da sociedade, da cultura, que quase força os indivíduos a praticá-las, ou ser alijado dela? O mais importante é o que a cultura dita ou determina, ou sua saúde física, mental e espiritual?

E daí se você decidir não mais ingerir bebidas alcoólicas? E daí se decidir parar de subornar as pessoas para sua empresa crescer? E daí se deixar de ser um politico corrupto? Medo de não aguentar a pressão maligna? E daí se você é jovem solteiro e decidir manter-se virgem? A ciência não provou que pessoas com experiência sexual antes de casar, se dão bem no casamento, seja afetiva ou mesmo sexualmente. Pelo contrário, sexo antes do casamento pode perturbar bastante a necessidade de aprofundamento afetivo entre o rapaz e a moça. É este aprofundamento afetivo, não sexual, que dá as bases para um casamento bom.

E daí se você decide partir para um desenvolvimento espiritual, e parar com a obsessão pelo crescimento material que nossa cultura aplaude? E daí se decide dar preferência aos pedestres ao estar dirigindo seu carro, mesmo que o motorista atrás de você permaneça buzinando (alguns até profissionais de táxi e ônibus)? E daí se decide abandonar a turma que depreda telefones públicos, pixa paredes, joga lixo nas ruas mesmo à poucos metros das lixeiras?

E daí se deixa de ser arrogante, abandonando a postura de “sabe com quem você está falando?”, adotando um jeito humilde e simples, lembrando que você é mortal como qualquer outra pessoa e não um deus? E daí se muda a obsessão por ganhos econômicos exagerados (como se fosse viver 5 vidas) e usa mais tempo e o que já tem para o alívio do sofrimento dos pobres (não malandros)?

E daí se decide ser sincero no trabalho, honesto com seus fregueses, verdadeiro com o produto ou serviço que oferece? E daí se você evita fazer aliança com algum colega de trabalho que furta do patrão, do governo, da empresa? E daí se você decide ser um patrão justo, que assina a carteira do empregado e paga salário justo?

E daí se você decide nesse Natal lembrar que sua vida minuto à minuto, seu despertar espiritual, sua capacidade de amar maduramente, sua força interior que beneficia a humanidade, sua utilidade nessa existência, seus talentos, sua força para trabalhar, tudo isto vem de Deus, que enviou o Deus Filho para resgatar a humanidade das trevas do erro e da contaminação espiritual? E daí se você decide ser um cristão não da boca para fora, não só nos dias de serviços religiosos em sua comunidade religiosa, mas também com sua família em particular, com seus negócios, em sua própria consciência? “Porque um Menino nos nasceu, um Filho se nos deu; e o principado (governo) está sobre os Seus ombros; e o Seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz.” Isaías 9 verso 6.

E daí se nesse Natal você ter como número um em sua vida Esse Menino? Bom Natal junto dEsse Menino Fantástico: o Criador do Universo – Jesus Cristo!

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Autor: Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza, médico psiquiatra e psicoterapeuta, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria, membro da American Psychosomatic Society, consultor psiquiatra da revista Vida & Saúde onde mantém coluna mensal, professor de Saúde Mental, visitante, do College of Health Evangelism e "Institute of Medical Ministry" do Wildwood Lifestyle Center and Hospital, Estados Unidos, Diretor Médico do Portal Natural, autor dos livros "Casamento: o que é isso?" e "Consultório Psicológico".

Artigos Relacionados:

Receba grátis nossas novidades!

Compartilhe este artigo!

Deixe Seu Comentário

Digite o código acima*


HOME | QUEM SOMOS | CONTATO



parceiroIASDO Portal Natural é um ministério de apoio à Igreja Adventista do Sétimo Dia
Parceria:


Copyright © 2002-2015 PortalNatural. Todos os direitos reservados.

Importante: As informações contidas neste site são destinadas unicamente para fins de informações e conhecimento geral, não devendo, em hipótese alguma, ser utilizadas como diagnóstico médico ou adoção de medicamentos. Qualquer dúvida, sintoma ou preocupação quanto à sua saúde, procure orientação médica ou profissional em sua respectiva área. | Os comentários postados nos artigos não constituem necessariamente a opinião dos criadores deste site, mas sim da própria pessoa que o postou. Não são permitidos comentários com citações de nomes, telefones, emails, sites, ou qualquer outro conteúdo que venha a expor ou difamar a imagem ou o sigilo de uma outra pessoa.