2

O que é o sucesso?

OQueESucesso

Arthur Miller na peça The Death of a Salesman, criou um grande herói trágico aristotélico a partir de um homem comum. Willy Loman é um símbolo do mito do sucesso americano. O significado da vida para ele é ser apreciado e ganhar dinheiro. Ele morre sozinho e desamparado, se matando a fim de conseguir o dinheiro do seguro que provaria que ele era bem-sucedido.

Vivemos numa sociedade altamente viciadora. Parece que o vazio interior que as pessoas procuram preencher com objetos exteriores, produz um maior vazio ainda e, em alguns, que já viram que não se consegue preenche-lo com coisas exteriores, produz uma espécie de desesperança, uma atitude interior de desprezo pela vida talvez, de desânimo, enquanto tal pessoa não consegue entender o que poderá, finalmente, trazer significado para a sua existência. Para outras, a compulsão para preencher tal vazio é tal, que ela fazem de tudo na vida para terem seu vazio interior ocupado com algo que seja eficaz para acabar com a dor que este vazio produz.

Infelizmente, a tendência é buscar em fontes erradas, da maneira errada, no momento errado, equivocadamente. Por ignorância, ou por descontrole emocional, ou por falsa propaganda e ensino, por ilusão, por não aceitação da sua condição de humano, e por outras razões.

Nos tornamos uma sociedade muito viciadora e viciada. Nos Estados Unidos existem perto de 60 milhões de vítimas de abuso sexual, cerca de 75 milhões de vidas são seriamente afetadas pelo alcoolismo, fora outras drogas. Também mais de 15 milhões de famílias são violentas. Cerca de 60% das mulheres e 50% dos homens têm distúrbios alimentares. E o que encontramos ao pensarmos em viciados em jogo, sexo, trabalho? Ainda nos Estados Unidos, recentemente saiu uma estatística dizendo que 13 milhões de norte-americanos são viciados no jogo. Países com bingos deveriam ajudar os viciados em jogo que precisam ser tratados psiquiátrica e psicologicamente em função desta compulsão.

O psicanalista Erich Fromm no seu livro ?A Revolução da Esperança?, comenta que ele encarava a atividade excessiva do mundo moderno como um sinal da inquietude e da falta de paz interior. Ele fala de sermos fazedores humanos (human doings e não human beings) por faltar a vida interior.

Muitas coisas nos impedem de nos voltarmos para dentro. Muitos de nós, perdermos até a noção de quem somos, afinal, por dentro. Quem é você? É o que você realiza? É o que ganha com seu trabalho? O interior pode ser extremamente doloroso para nós, e, portanto, fugimos dele, com atividades variadas, com as compulsões (jogo, sexo, trabalho, drogas, comida, controle sobre as pessoas, poder social, etc.).

Dr. Dean Ornish, professor de Cardiologia da Universidade de São Francisco, na Califórnia, diz que perguntaram a um guru indiano chamado Satichidananda, o que ele era. Perguntaram se ele era um guru. Ele respondeu que não, e disse que era um (em Inglês) ?undo?. Undo significa, ao pé da letra, ?não-fazer?. Ele queria dizer que ele era uma pessoa que tentava ensinar aos outros a não ser, ou seja, a desfazer o que havia em si, em sua estrutura de personalidade que havia sido feito erradamente.

O que é o sucesso? Pessoas de sucesso para a sociedade são aquelas que possuem bens materiais, fama, poder, títulos acadêmicos. Mas tais indivíduos e seus opostos, os sem sucesso, podem ter em seu interior dores emocionais semelhantes. Um grupo conseguiu canalizar tais dores para realizações aplaudidas pelas pessoas, enquanto que outras são tidas como perdedoras e são desprezadas. Mas ambos os grupos contêm pessoas humanas com dores, às vezes tão difíceis de serem resolvidas ou vencidas, que , nessa visão mais profunda, podemos perguntar: o que é o sucesso? Não será o resultado da trajetória de vitórias sobre o falso eu, sobre as compulsões, sobre os vícios, sobre os falsos eus, ao longo da vida, um dia de cada vez, para aprendermos a amar a nós mesmos e aos outros?
_______ 
Uma dica quanto à eleição: escolha 20 pessoas conhecidas. Faça uma lista com 10 parentes e 10 amigos ou conhecidos. Pergunte a eles se os líderes no poder político atual fizeram algo que afetou a vida deles positivamente nos últimos anos. Se a maioria disser que não, será que vale à pena votar neles de novo mesmo que seja para outro cargo público? Eles fizeram o que prometeram? Criaram algo que ajudou sua vida e a vida dessas pessoas? Favoreceram a comunidade de verdade com algo duradouro? Se sim, eles merecem ser reeleitos.

PortalNatural.com.br

Autor: PortalNatural.com.br

Portal de saúde e bem-estar com artigos, videos, receitas, nutrição, saúde mental, etc, para sua vida ser mais saudável, simples e feliz.

Artigos Relacionados:

Receba grátis nossas novidades!

Compartilhe este artigo!

2 Comentários. Participe você também!

  1. Bianka disse:

    Olha, sou feliz e sou uma pessoa bem sucedida, o universo conspira a meu favor. Faço o que quero e gosto, como sempre digo, não crio raízes, porque nao sou árvore, vou com o vento e deixo a vida me levar. Ser bem sucedido é fazer o que gosta, ter grasna para pagar as contas e viver em paz.

  2. stick disse:

    verdade ,
    eu tambem queria saber canalizar estãs enegias poossitivas desta forma, mas eo seguinte , quando passamos mla namadrugada e temos que proucurar um medico ser pobre financeiramente , e rico em espiritu pode ajudar mas não resolvera o problema.
    eu queo muitra saude , um audia7 , uma casa grande ,
    e uma mulher gostoza para fazer amor a noite inteira.
    para min isso e paz de espiritu ,pagar as contas no fim do mes , e dar uma trepada;-)

Deixe Seu Comentário

Digite o código acima*


HOME | QUEM SOMOS | CONTATO



parceiroIASDO Portal Natural é um ministério de apoio à Igreja Adventista do Sétimo Dia
Parceria:


Copyright © 2002-2015 PortalNatural. Todos os direitos reservados.

Importante: As informações contidas neste site são destinadas unicamente para fins de informações e conhecimento geral, não devendo, em hipótese alguma, ser utilizadas como diagnóstico médico ou adoção de medicamentos. Qualquer dúvida, sintoma ou preocupação quanto à sua saúde, procure orientação médica ou profissional em sua respectiva área. | Os comentários postados nos artigos não constituem necessariamente a opinião dos criadores deste site, mas sim da própria pessoa que o postou. Não são permitidos comentários com citações de nomes, telefones, emails, sites, ou qualquer outro conteúdo que venha a expor ou difamar a imagem ou o sigilo de uma outra pessoa.