6

Depressão Tem Cura?

depressaoTemCura

Primeiro é bom definir depressão, pois não é incomum chamarem de depressão o que pode ser um surto psicótico, ou um quadro de ansiedade (“nervosismo”). Depressão tem cura sim. Também devemos entender que cura é um processo.

Depressão, no sentido médico-científico, é um transtorno mental no qual estão presentes sintomas como: sentir-se deprimido a maior parte do tempo; interesse diminuído ou perda de prazer para realizar atividades de rotina;
sensação de inutilidade ou culpa excessiva;
dificuldade de concentração ou habilidade diminuída para pensar e concentrar-se;
fadiga ou perda de energia;
insônia ou dormir demais diariamente;
agitação ou lentidão psicomotora;
perda ou ganho significativo de peso sem estar em dieta;
ideias recorrentes (que surgem constantemente na mente) de morte ou suicídio.

O diagnóstico de depressão é feito da seguinte maneira:

1) Depressão menor: 2 a 4 dos sintomas acima por duas ou mais semanas, incluindo o estado deprimido, ou falta de interesse ou prazer nas coisas.

2) Distimia (tristeza crônica): 3 ou 4 dos sintomas acima, incluindo o estado deprimido, durante dois anos, no mínimo.

3) Depressão maior: 5 ou mais dos sintomas acima por duas semanas ou mais, incluindo o estado deprimido, ou falta de interesse ou prazer nas coisas.

O tratamento da depressão irá variar de acordo com a estrutura da personalidade do paciente, recursos psicológicos internos que ele tem, história pessoal de como lidou com problemas e perdas no passado, tipo de perda que gerou a depressão, mas basicamente, se a depressão é leve, a psicoterapia poderá ser suficiente. Se for moderada ou grave (maior), será necessário além da psicoterapia, o uso de medicação específica (antidepressivo), que deverá ser usada por tempo determinado, podendo variar entre 6 meses a um ano de uso.

Psicoterapia, também chamada de “terapia”, é um tipo de ajuda humana técnica, profissional, especializada, na qual o profissional que a pratica (médico de qualquer especialidade que tem formação em psicoterapia, médico psiquiatra treinado em psicoterapia, psicólogo clínico) usa a palavra, numa conversa em geral individual (pode ser psicoterapia de grupo também) para dar apoio, ajudar a aliviar tensões internas, oferecer ao paciente melhor compreensão da causa dos problemas comportamentais, visando um melhor funcionamento do individuo consigo mesmo, com a família e socialmente.

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Autor: Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

Dr. Cesar Vasconcellos de Souza, médico psiquiatra e psicoterapeuta, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria, membro da American Psychosomatic Society, consultor psiquiatra da revista Vida & Saúde onde mantém coluna mensal, professor de Saúde Mental, visitante, do College of Health Evangelism e "Institute of Medical Ministry" do Wildwood Lifestyle Center and Hospital, Estados Unidos, Diretor Médico do Portal Natural, autor dos livros "Casamento: o que é isso?" e "Consultório Psicológico".

Artigos Relacionados:

Receba grátis nossas novidades!

Compartilhe este artigo!

6 Comentários. Participe você também!

  1. Ester Mourão disse:

    Gostaria de obter informações sobre seu atendimento clínico.

  2. Marcia disse:

    Tenho depressão há 8 anos. Tomo medicamentos que meu cardiologista prescreve. Perdi recentemente meu emprego e pedi demissão do outro. Preciso urgente de ajuda. A quem devo procurar. Tenho medo dos psiquiatras de minha cidade pois usam a profissão como meio de ganhar dinheiro. Necessito de muita ajuda. tenho orado muito, mas a “dor” desta doeça me fez afastar das coisas que mais gosto de fazer. Dr , o senhor pode me ajudar?

  3. Cléa disse:

    Preciso saber como faço pra levar o meu companheiro para tratamento da depressão. Ele sofre desde os 15 anos, hj tem 43 e estamos juntos há 8. Também sofro muito e já tive alguns problemas também de depressão, depois que estamos juntos.
    Agradeço a atenção de vocês e aguardo resposta ansiosa.

  4. maria auxiliadora si disse:

    trato a muito tempo desde q fui parar num pronto sosorro sem saber o q estava acontecendo derrrepente foi uma coisa estranha e fiquei com medo ,porem os medicos dizerão q eu tava muito vernova e deveria me tratar pois eu num era de ferros por conta de tantos problemas com marido alcolatra
    hoje estou só a muito tempo elel até ja faleceu e vira e mexe cai em tristesa ou irrritaçõe ou aceleração repentina e gostaria de saber como agir com isso queria me ver livre disso pois acho muito ruim tenho medo de ter um treco por estar só

  5. gilberto ferreira da disse:

    Gostaria muitíssimo de ir as palestrasm mas como trabalho aos sábados fico impedido. Faço tratamento de depressão e já fiz várias experimentações com medicações e sei o quanto é difícil aceitar o tratamento, agora no momento estou me sentindo uns 70% melhor com novo medicamento gostaria de saber se as palestras são gravadas e se podemos adquirí-las devido o impedimento de assistí-las? Muito agradecido e saúde pra todos. Gilberto

  6. cesar disse:

    è verdade, não é incomum que se confundam problemas muito mais graves com depressão, assim como é comum que médicos e psicólogos deêm esse diagnóstico por medo de dar um outro diagnóstico mais preciso. parabéns pela matéria tão esclarecedora

Deixe Seu Comentário

Digite o código acima*


HOME | QUEM SOMOS | CONTATO



parceiroIASDO Portal Natural é um ministério de apoio à Igreja Adventista do Sétimo Dia
Parceria:


Copyright © 2002-2015 PortalNatural. Todos os direitos reservados.

Importante: As informações contidas neste site são destinadas unicamente para fins de informações e conhecimento geral, não devendo, em hipótese alguma, ser utilizadas como diagnóstico médico ou adoção de medicamentos. Qualquer dúvida, sintoma ou preocupação quanto à sua saúde, procure orientação médica ou profissional em sua respectiva área. | Os comentários postados nos artigos não constituem necessariamente a opinião dos criadores deste site, mas sim da própria pessoa que o postou. Não são permitidos comentários com citações de nomes, telefones, emails, sites, ou qualquer outro conteúdo que venha a expor ou difamar a imagem ou o sigilo de uma outra pessoa.